00Ver Carrinho

Processamento do Trigo

Você como o trigo é processado? E como é que um grão dourado chega branquinho as nossas mesas? 
Várias e diferentes etapas são realizadas para que ele seja consumido de diversas formas. Veja abaixo:

RECEPÇÃO E ARMAZENAGEM
O trigo sofre uma pré limpeza ao chegar ao moinho para retirada das impurezas maiores.
Após é encaminhado para silos de armazenagem usando o critério de tipo de trigo e qualidade.
Separa-se o trigo argentino dos demais e os trigos nacionais são armazenados por qualidade.

PREPARAÇÃO PARA MOAGEM
Após se definir os trigos e as quantidades de cada um que será utilizada, o trigo é puxado dos silos e sofre um processo de limpeza
rigoroso para eliminação das variadas impurezas.

ACONDICIONAMENTO
O trigo, após a limpeza, sofre um processo chamado acondicionamento que consiste em umidificar o grão e mantê-lo por um período
de descanso para depois ser encaminhado para a moagem propriamente dita.

MOAGEM
O objetivo do processo é separar na forma mais pura o endosperma para ser moída e convertida em farinha não contaminada com
germe ou farelo
Consiste basicamente em:
• Rotura
• Separação
• Purificação e Redução

• ROTURA
Consiste em partir o grão e raspar o endosperma
É realizada por cilindros que trabalham em grupos de pares e giram a velocidades distintas
Os cilindros são estriados em uma primeira etapa com estrias profundas e os raiados das roturas seguintes vão sendo progressivamente mais finas.
• SEPARAÇÃO
O endosperma é separado dos grãos de trigo abertos por meio de peneiras, plansifter, peneiras oscilantes ou rotativas
• PURIFICAÇÃO E REDUÇÃO
Da etapa de separação se obtém diferentes graduações de partículas.
Na purificação, as partículas grossas são enviadas aos sassores para extrair todo o farelo possível.
Os produtos classificados e purificados, variando do endosperma mais puro aos contaminados por partículas de farelo são finalmente convertidos em farinha
 

ENVASE E ARMAZENAGEM
Pronta a moagem as farinhas são encaminhadas para caixas ou silos de acordo com o tipo (farinha para panificação, para biscoitos, para uso doméstico....) e após são ensacadas( 1 kg, 5 kg, 25 kg, 50 kg).
A armazenagem no moinho praticamente não existe mais, logo é encaminhado para o consumidor.

Fonte: EMBRAPA

NOSSAS MARCAS
NEWSLETTER

Receba nossas novidades quentinhas